Páginas

quarta-feira, 30 de junho de 2010

O sistema de educação sueco

A escola sueca parece bem esquisita pra quem vem de outro país, como eu. Vou tentar resumir o que eu sei...

Pra começar, o ano letivo é o contrário do nosso, por conta das estações do ano. As aulas começam no fim de agosto, começo de setembro (outono). E eles entram de férias pouco antes do natal e as aulas voltam no começo de janeiro, e só terminam no começo de junho. O que faz sentido, afinal eles querem ter o verão livre pra viajar e aproveitar, já no inverno não vale muito a pena ter férias longas.

As crianças suecas só começam mesmo no que eles chamam de "escola" quando têm 7 anos. E mesmo assim eles só recebem notas pelas aulas quando estão na 8a série aos 14 anos. Aos 16 anos eles entram no ginásio, que são os últimos 3 anos, equivalente ao nosso ensino médio. Mas o ginásio funciona meio como a universidade, os alunos escolhem o "caminho" que querem seguir, e têm aulas nas matérias escolhidas pelo programa e também cursos extras que o aluno queira, exceto algumas matérias obrigatórias para todos os cursos, como sueco, inglês, matemática, educação física... São cursos profissionalizantes, que preparam o aluno para o mercado de trabalho, mas que não tem o mesmo peso de uma faculdade.
Na escola também desde de crianças, TODOS têm aulas sobre culinária, corte e costura, como cuidar da casa e etc. Tanto meninos como meninas...afinal muitos suecos costumam sair de casa antes dos 20 anos. Eles também têm aulas de inglês desde pequenos e mais uma língua de escolha, que pode ser alemão, francês, espanhol ou muitas outras...

Muitos suecos vão também para o chamado "komvux" que é a escola de adultos, e onde eu estudei sueco. Isso porque às vezes eles tiveram notas baixas (durante o ginásio) em alguma matéria importante para serem aceitos na universidade ou porque não estudaram uma matéria obrigatória para um curso que eles queiram.

Todos os imigrantes com visto de residência e número de identidade têm direito à ir nessa escola estudar sueco de graça. O curso é divido em 2 partes. A primeira parte é o chamado "SFI", sueco para imigrantes. Esse é dividido em 4 partes, A, B, C e D. O "SFI A" é somente para quem não é familiarizado com o alfabeto ocidental (o nosso ABC). Já o B é para iniciantes e assim por diante. A segunda parte é chamada de "SAS" que significa "Sueco como segunda língua", e é dividido em 3 partes: grund, A e B. Essa parte já é mais avançada, onde os alunos passam a ler livros em sueco, a gramática é mais importante e tudo se complica. No SAS A e B os alunos estrangeiros geralmente estudam com alunos suecos que estão fazendo Sueco A e B. É quando começamos a estudar literatura em sueco, ler mais livros e é preciso ter um sueco mais avançado e limpo ainda. É importante lembrar que pra um imigrante entrar na universidade sueca (com cursos dados em sueco, obviamente) é necessário ter completado todos esses cursos mencionados acima, o que pode levar 3 anos e meio, ou menos, dependendo da escola e do aluno. Existe até mesmo cursos intensivos que duram 1 ano.

(Para cursos de mestrado na universidade não é necessário saber sueco se o curso for dado em inglês, mas nesse caso é necessário um diploma de um certo nível em inglês, é claro).

Já a universidade também é bem diferente. Não tem nada de vestibular, apesar que existe uma prova chamada "högskolesprovet", que funciona mais ou menos como o Enem brasileiro. Não é obrigatório fazer, mas pode te ajudar a entrar. A prova é bem difícil e com o tempo super corrido, e eu mesma fiz esse ano... A prova incluia matemática, lógica, inglês e sueco. Não foi nada fácil, ainda por cima porque os textos em sueco eram textos científicos, com linguagem muito mais complicada do que o normal. Normalmente eu teria ficado bem triste com a minha "performance", mas vi que não estive sozinha no grupo com dificuldade...e fiquei sabendo de muitos suecos que tiraram a mesma nota que eu ou até mais baixa...então tudo bem! hehe

A universidade é "dividida" em duas partes: programas e cursos. Os programas funcionam como as faculdades no Brasil, as matérias necessárias são reunidas e o programa dura de 3 a 5 anos. Já os cursos são matérias separadas, que fazem possível que o aluno "monte" sua própria faculdade, estudando os cursos que lhe são interessantes. Os cursos podem ser de 6 meses, 1 ano ou 1 ano e meio. Dependendo da carga horária, é possível fazer um programa e um curso ao mesmo tempo.

(Então quando eu escrever "curso" leia-se curso e/ou programa).

Pra entrar na universidade é necessário se inscrever no site sueco studera.nu que vale pra Suécia inteira. Todos os anos as inscrições para os cursos (e programas) de outono vão até dia 15 de abril e para os cursos de primavera vão até dia 15 de outubro. Nesse site você pode escolher até 20 cursos (e/ou programas) diferentes, em qualquer universidade de qualquer cidade sueca. Depois você precisa fazer uma lista de prioridades, o curso que você quer mais entrar em primeiro lugar e assim por diante. Cada curso tem uma lista específica do que você precisa pra ser aceito, por exemplo, para estudar Nutrição é necessário ter diploma (do ginásio ou komvux) em sueco, estudos sociais, matemática, biologia, física e química.

As notas e méritos em outras matérias (entre outras coisas) são avaliadas pelo VHS (digamos assim, algo como o ministro de educação sueco...) e eles que decidem quem tem mais pontos necessários para serem aceitos em cada curso e a decisão chega mais ou menos 2 meses antes do início do curso.

Dois pontos interessantes também: os alunos de filhos estrangeiros têm direito por lei, a terem aulas da sua língua materna na escola desde de pequenos. E os alunos recebem uma contribuição do governo por irem à escola durante o ginásio e eles recebem uma média de 1050 coroas, equivalente à 230 reais por mês.

E como os suecos costumam mudar de casa depois que terminam a escola, eles precisam se manter por conta própria, portanto quando eles estudam tanto no Komvux quanto na universidade, eles recebem dinheiro do governo. Eles recebem uma média de 8 mil coroas por mês (algo como 1,8 mil reais), sendo 30% desse dinheiro dado e os outros 70% empréstimo que será pago quando a pessoa se formar. Mas pra receber essa ajuda é necessário estudar em tempo integral, do contrário a pessoa receberá menos. E isso acontece porque como eles estudam eles não têm tempo para trabalhar... (Já imigrantes precisam morar na Suécia há 2 anos e ter visto permanente para poder receber essa contribuição).

Quase esqueço de contar sobre as notas: no sistema educacional sueco existem (normalmente) 4 notas. IG (não passou), G (passou), VG (passou bem) e MVG (passou muito bem). Algumas escolas não usam essa última nota, MVG.

E por último, a educação na Suécia é de graça. Existem as escolas do governo (que são geralmente as melhores) e as chamadas "escolas livres" que são de uma certa forma, privadas. Isso porque são escolas que não são controladas pelo governo, são de empresas privadas, mas quem paga a escola é o governo e não os alunos. (Vai entender...) A mesma coisa funciona nas universidades, algumas são também de empresas privadas e da mesma forma como nas escolas, os alunos não precisam pagar.

Existem também algumas escolas pequenas que são privadas e que são pagas. (Assim como escolas de inglês no Brasil). Mas é de escolha livre e geralmente eles têm cursos extras curriculares e também servem para pessoas que não têm visto, por exemplo alguém que vem pra cá com visto de turista e quer estudar sueco, inglês ou o que for, durante 1 mês (ou mais), pode fazer cursos numa escola como essa.

O texto ficou gigante...e olha que existe muito mais coisa pra contar e explicar! Talvez eu tenha cometido erros, e se sim, eu venho aqui consertar! :)

23 comentários:

Josy disse...

Olá,

Amei este post,foi muito esclarecedor.No próximo ano vou me mudar para a Suécia,vou tentar ser "sambo" do meu namorado,isso para mim está sendo muito novo,mas aqui onde moro não seria possível simplesmente ir e morar junto,meus pais ainda são bem conservadores.

Abraços

Juliana disse...

Lua seu texto ficou ótimo! Apesar de já saber tudo foi super interessante ler :) Hehe
Imagino que vá ajudar muitas meninas, e até sua família a entender um pouco mais sobre a Suécia né!

Beijos

Lua Dandara disse...

Oi Josy, sei como é difícil pra algumas pessoas aceitarem o termo "sambo", mas sabe o que eu faço? eu não ligo! hehe,...E aqui na Suécia é a coisa mais comum do mundo...não desista não!

Lua Dandara disse...

Juliana, obrigada...foi justamente por isso que eu fiz esse post, porque muuuita gente, entre família, amigos e outros, perguntam sobre isso, então agora é mais fácil falar "vai lá no meu blog ler!" hahaha

beijos!

Anônimo disse...

Lua fazia tempo que nao vinha aqui..mas adorei seus novos posts..esse sobre os estudos na Suécia foi bastante esclarecedor e com certeza vai ajudar muita gente. Parabéns pelo texto! achei interessante quando vc falou sobre a mudanca de leis para imigrantes q querem ir p a universidade..estou super curiosa, e vou procurar me informar mais..
bjo!

Alcione disse...

O anonimo sou eu Lua: Alcione da comu..fiquei perdida p me me identificar..hehe

Sabrina disse...

Lua, achei seu blog por acaso, procurando por faculdades (Hogskolas) ou universities e acabei me deparando com o seu texto! Muito bem escrito e esclarecedor em relação a algumas dúvidas que eu tinha!
Se não se importar, eu te adicionei no meu msn... me mudo este ano pra Suécia, como sambo também.
Vou morar around Stockholm, mas Gothenborg é a cidade da minha cunhada, então quem sabe nos conhecemos??
Beijos do Brasil!

Janaina disse...

Que texto maravilhoso, e encontrei com ajuda do google, porém ja sabia do seu blog pela a comunidade no orkut!!!
Mas me ajudou bastante a entender as etapas dos estudos que vou enfrentar!!
Iniciei o SFI ano passado em agosto, e estou indo bem.
Passa no meu blog, e me da o seu email,, podemos trocar algumas ideias!!
abracos!!

Marilena disse...

Gostei das informaões que postou. Me ajudou na pesquisa sobre uma disciplina que curso em Pedagogia "Educação Comparada". A forma que você se expressou facilitou a minha compreensão. Obrigada. Marilena

Anônimo disse...

Oi eu sou residente daqui da Suécia também mais pelo que eu fiquei sabendo o sistema de ginásio foi alterado esse ano.
mais mesmo assim ficou muito bom o seu post, nesse site aqui tem as novas informação: http://www.utbildningsinfo.se

LUCONI disse...

Do blog da Paula pulei para cá, e adorei teu blog, e que interessante a educação na Suécia, gostei, gostei muito, nossa o Brasil está longe disto, porque não copiam os bons exemplos? parabéns beijos Luconi

LUCONI disse...

Desculpe volto para ser sua seguidora, agora tentei mas o blogger falhou disse estar com problemas, não faz mal, volto outro dia para ler-te e seguir, beijos Luconi

Marcos disse...

Usei seu post pra um trabalho de geografia do 2º bimestre, mas fiquei com uma curiosidade e hoje lembrei de pesquisar, que é sobre as matérias obrigatórias para o ensino secundário, mas nem achei. Você saberia me dizer quais são todas elas?

Anônimo disse...

Olá, Lua! Moro em Porto Alegre, RS e sou professora de inglês. Gostei muito dos teus textos, parabéns. Que experiência legal!
Este sobre a educação na Suécia... eu gostaria de usá-lo em algumas aulas, para isso eu penso em traduzir alguns trexos. Tu te importarias?
Um abraço!
Fernanda
fernanda@estudiodapalavra.com

Anônimo disse...

Correção *trechos!
Fernanda

Sandra disse...

Eu vou me casar com um sueco e tenho um filho de 12 anos que está na 6ª série no Brasil. Ele sabe inglês, mas não tem noção do idioma sueco. O que você me orienta sobre a educação dele na Suécia? Ele só vai poder começar a estudar em agosto do ano que vem? Gostaria de maiores esclarecimentos sobre isso.

Obrigada,

Sandra.

Anônimo disse...

Tem alguma diferença entre estrangeiros e estrangeiros com cidadania europeia?

Tatiani Muller disse...

Olá, achei muito interessante seu post. Estarei indo para a Suécia na semana que vem, e foi interessante saber um pouco sobre a educação e o funcionamento das escolas e universidades desse país.

Anônimo disse...

OI TINHA UM TRABALHO DE ESCOLA SOBRE A SÚECIA E N ENCONTRAVA NADA SOBRE A EDUCAÇÃO DE LÁ.
ME AJUDOU MUITO!!!
VLW

Anônimo disse...

informações Awesome, muito obrigado ao escritor do artigo. É compreensível para mim agora, a eficácia ea importância é incompreensível. Mais uma vez obrigado e boa sorte!

Bia Safran disse...

lua, esses dois anos que tenho que passar na Suécia para conseguir a contribuição do governo, com a faculdade/curso... Tem que ser dois anos direto na Suécia? Por exemplo: Eu posso trabalhar um ano na Suécia, voltar para o Brasil por 6 meses, e depois voltar a passar mais um ano na Suécia? Obrigada! Bianca.

José Bonifácio disse...

Na condição de doutor pioneiro, em: FÍSICA-QUÂNTICA-AVANÇADA, ASTROFÍSICA-AVANÇADA, GEOFÍSICA-AVANÇADA e ALQUIMIA-ELEMENTAR-AVANÇADA: Autor de centenas de DESCOBERTAS-CIENTÍFICAS-AVANÇADAS, dentre essas a de que:


A humanidade já vivia há muito tempo atrás sem saber a 3° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO ÁGUA, e que se encontra atualmente sem preparo algum já TRANSITANDO: para a 4° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO AR.



Abaixo, SEIS provas inequívocas e incontestáveis, que comprovam estarmos vivendo há muito tempo atrás sem que ninguém até antes de mim soubesse: a 3° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO ÁGUA:


1° PROVA:
Predominância Atômica-Molecular-Maior De Nossos Corpos: ÁGUA.


2° PROVA:
Predominância Maior De Cobertura De Superfície Do Nosso Planeta: ÁGUA.


3° PROVA:
ÁGUA, Molécula Formada Por 2 ÁTOMOS De HIDROGÊNIO + 1 ÁTOMO De OXIGÊNIO “H²O”, 2+1=3, que corresponde justamente a 3° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO ÁGUA: que ainda vivemos.


4° PROVA:
ÁGUA, ELEMENTO normalmente encontrado em 3 estados físicos: ESTADO LÍQUIDO, ESTADO GASOSO e ESTADO SÓLIDO. 3, correspondente a 3° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO ÁGUA: que ainda vivemos.


5° PROVA:
Nosso Planeta-H... “H” de habitável que chamam equivocadamente de TERRA: encontra-se justamente na 3° posição orbital em relação ao DISTRIBUIDOR-ENERGÉTICO-ATÔMICO-TERMONUCLEAR que chamam simplesmente de SOL, comprovando que ainda vivemos: a 3° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO ÁGUA.


6° PROVA:
O fato de ainda estarmos vivendo em um mundo TRIDIMENSIONAL em TERCEIRA DIMENSÃO, que corresponde também a 3° ERA PREDOMINANTE DO ELEMENTO ÁGUA: que ainda vivemos.


O que explica verdadeiramente também: o perceptível AQUECIMENTO GLOBAL.


SEGUNDA DESCOBERTA CIENTÍFICA FEITA POR MIM:


Por ser TERRA, apenas uma das UNIDADES-ELEMENTARES, assim como FOGO, ÁGUA, AR e EC, também são:


Os que denominaram o PLANETA-H que habitamos, como TERRA:


Equivocaram-se totalmente.


Todas postadas e compartilhadas no meu blog: http://descobertascientificasavancadas.blogspot.com.br/


Será que tu poderias pedir, que os renomados da ACADEMIA DE CIÊNCIAS ALFRED NOBEL: avaliassem minhas DESCOBERTAS CIENTÍFICAS AVANÇADAS?


Sendo também escritor de literatura para CINEMA e TV: com TRÊS OBRAS postadas no meu outro blog: http://escritorbaiano.blogspot.com.br/


Tu poderias representar-me, perante a ACADEMIA SUECA?

Beleza Produtiva disse...

Estou imensamente grata pela sua elucidação. Você está prestando um serviço social muito relevante em seu blog. Um abraço imenso.